Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies


Notícias

"Engenharia de Superfícies e Nanoestruturas: Processo de nanoestruturação por bombardeamento de íons de baixa energia"

quarta-feira, 17 de maio de 2017 16:11

Resumo: Nanopartículas metálicas auto-organizadas fabricadas em superfícies atômicas bem definidas são interessantes para muitas aplicações como o crescimento de nanotubos de carbono, bem como aplicações magnéticas, ópticas e catalíticas. Para tais aplicações, as técnicas que utilizam a fotolitografia, o alumínio anodizado, a sílica mesoporosa auto-organizada e o bombardeamento de baixa energia são alguns exemplos de métodos usados ​​para gerar padrões hospedeiros. 

Entre essas técnicas, o bombardeamento iónico de baixa energia (<1 keV) é uma rota promissora na tentativa de obter nanoestruturas regulares em metais, semicondutores e materiais amorfos. Ajustando adequadamente parâmetros experimentais tais como energia dos íons, ângulo de incidência, massa dos íons e temperatura do substrato, a periodicidade dos padrões, topografia e rugosidade da superfície do material é dominada. Uma vez obtidos os modelos, as nanoestruturas metálicas auto-organizadas podem ser cultivadas a partir de fases de vapor controlando o fluxo e a difusão superficial das partículas que chegam ao substrato padronizado.

Nesta apresentação discutiremos brevemente o processo elementar que ocorre nos processos superficiais auto-organizados, focalizando a discussão sobre formação de padrões auto-organizados por bombardeamento de íons de baixa energia sobre superfícies metálicas e semicondutoras. Aplicações serão apresentadas e discutidas.

Palestrante: Prof. Fernando Alvarez (IFGW - UNICAMP). Fernando Alvarez é professor titular no Instituto de Física Gleb Wataghin da Unicamp. Doutor em Física pela University of Delaware (EUA), fez a graduação, também em Física, na Universidad de Buenos Aires, UBA (Argentina). Possui experiência científica e tecnológica adquirida ao longo de 30 anos de pesquisa nos Estados Unidos, Brasil, Itália, França e Argentina. Publicou mais de 120 artigos científicos em periódicos indexados, com mais de 2.600 citações. Alvarez também coordenou a implantação na Unicamp do Laboratório de Implantação Iônica e Tratamentos de Superfícies, LIITS, que realiza trabalhos em conexão com a indústria metalmecânica brasileira. É bolsista de produtividade 1B do CNPq.

Fonte: Gerência de comunicação do Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies

Palavras-chave: auto-organização, bombardeamento iônico de baixa energia, ciência de superfícies, crescimento de nanotubos, engenharia de superfície, engenharia de superfícies, fernando alvarez, IFGW, nanoestruturação, padrões superficiais, unicamp

Adicione aos seus favoritos e compartihle


Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies O Instituto, Serviços, Faça Parte, Fale Conosco

Engenharia de Superfícies Notícias, Artigos e Patentes, Midiateca, Eventos, Blog

Creative Commons License Conteúdo licenciado pelo Creative Commons

O Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies é um dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) do CNPq

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

O Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies, um dos INCTs do CNPq, reúne e articula em nível nacional os melhores recursos humanos e de infraestrutura em engenharia de superfícies. O instituto propõe uma estreita colaboração entre grupos de pesquisa e sistemas produtivos a serviço do crescimento sustentável do Brasil pela via da inovação tecnológica.

Desenvolvido por TUA Tecnologia