Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies


Notícias

Prêmio do CNPq para trabalho sobre revestimentos de carbono amorfo desenvolvido em laboratórios do Instituto.

quinta-feira, 8 de agosto de 2019 18:11

Na entrega do premio, reitor da UFMS, autor do trabalho e presidentes do CNPq e SBPC.

Na entrega do premio, reitor da UFMS, autor do trabalho e presidentes do CNPq e SBPC.

Um trabalho de iniciação científica realizado em laboratórios do Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies foi premiado em nível nacional na 16ª edição do Prêmio Destaque, concedido pelo CNPq a trabalhos de Iniciação Científica e Tecnológica.

A pesquisa, realizada pelo estudante da Universidade de Caxias do Sul (UCS) Leonardo Mathias Leidens com orientação do professor dessa instituição Carlos A. Figueroa (pesquisador do Instituto), foi escolhida como melhor trabalho de iniciação científica na área de Ciências Exatas, da Terra e Engenharias, concorrendo com mais de 200 trabalhos inscritos nessa categoria. O prêmio foi entregue no dia 23 de julho na UFMS, durante a 71 Reuniao Anual da SBPC.

Leonardo Leidens desenvolveu o trabalho ao longo de sua graduação em Engenharia Química, concluída no final de 2018 com Láurea Acadêmica, e dentro do Grupo Epipolé, dedicado à pesquisa fundamental e aplicada na área de superfícies. 

O trabalho foi motivado por um problema industrial: a baixa adesão a ligas ferrosas de filmes de carbono amorfo hidrogenado, os quais são usados na indústria para aumentar a vida útil de peças e componentes e a eficiência energética de motores, principalmente. Soluções para superar esse problema existem, porém elas são implementadas usando altas temperaturas, o que complica ou inviabiliza algumas aplicações industriais.

A pesquisa premiada pelo CNPq propôs uma solução envolvendo processos a baixas temperaturas e a testou em laboratório e em escala industrial. Os testes e as análises posteriores demonstraram que a nova solução melhora significativamente a adesão dos revestimentos e, ao mesmo tempo, abre possibilidades de uso desses revestimentos, antes impossibilitadas pelas altas temperaturas necessárias.

Além disso, o trabalho apresentou um modelo que explica o mecanismo físico-químico responsável pela melhoria na adesão. Dessa maneira, o trabalho contribuiu diretamente tanto para o avanço do conhecimento científico quanto para o desenvolvimento industrial.

O trabalho experimental foi realizado em laboratórios participantes do Instituto, principalmente na UCS (RS) e também na PUC-Rio (RJ). Foram utilizadas diversas técnicas de fabricação e de análise das amostras (MEV, GD-OES, FTIR, espectroscopia Raman). O trabalho contou com a Plasmar Tecnologia, empresa de Caxias do Sul parceira do Instituto, que testou a solução em peças reais usando seu equipamento industrial de deposição de revestimentos.

Os resultados da pesquisa foram publicados em 2018 em um dos principais periódicos científicos da área, o Applied Surface Science. Referência do artigo: LEIDENS, LEONARDO M. ; Crespi, Ângela E. ; BOEIRA, CARLA D. ; Echeverrigaray, Fernando G. ; Figueroa, Carlos A. Hydrogen plasma etching mechanism at the a-C:H/a-SiC x :H interface: A key factor for a-C:H adhesion. APPLIED SURFACE SCIENCE, v. 455, p. 1179-1184, 2018. DOI https://doi.org/10.1016/j.apsusc.2018.05.203.

Uma entrevista com o estudante premiado pode ser encontrada no site da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais, aqui.

Fonte: Gerência de Comunicação do Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies

Galeria de imagens

Palavras-chave: carbono amorfo hidrogenado, carlos figueroa, ciência de superfícies, cnpq, engenharia de superfícies, etching de hidrogênio, fernando lázaro freire junior, iniciação científica, leonardo leidens, plasmar tecnologia, prêmio destaque, revestimentos, UCS

Adicione aos seus favoritos e compartihle


Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies O Instituto, Serviços, Faça Parte, Fale Conosco

Engenharia de Superfícies Notícias, Artigos e Patentes, Midiateca, Eventos, Blog

Creative Commons License Conteúdo licenciado pelo Creative Commons

O Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies é um dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) do CNPq

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

O Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies, um dos INCTs do CNPq, reúne e articula em nível nacional os melhores recursos humanos e de infraestrutura em engenharia de superfícies. O instituto propõe uma estreita colaboração entre grupos de pesquisa e sistemas produtivos a serviço do crescimento sustentável do Brasil pela via da inovação tecnológica.

Desenvolvido por TUA Tecnologia